terça-feira, 11 de setembro de 2007

Os cursos mais concorridos no vestibular

Carreiras tradicionais lideram as escolhas no principal vestibular do país, a Fuvest. Mas, mesmo entre as profissões clássicas, há novas especializações.
(http://veja.abril.com.br/especiais/jovens_2004/p_050.html)

Medicina
O vestibular é concorrido e o curso, puxado. Mesmo assim, a medicina continua a ser a carreira preferida dos vestibulandos: 13 400 tentaram a sorte em 2003. No mercado, os salários estão caindo, mas a perspectiva de empregabilidade continua elevada. Além de especialidades clássicas como ginecologia e cardiologia (em alta), há demanda por profissionais aptos a gerenciar instituições médicas e trabalhar com novas tecnologias.Curso recém-lançado em universidade: física médica (USP, Ribeirão Preto, 2000). Forma profissionais para interpretar dados técnicos e criar novos instrumentos de diagnóstico.



Direito
O curso permite que o recém-formado escolha entre diversas áreas de atuação dentro ou fora da advocacia. Só depois do período inicial o estudante dirige sua especialização. No ano passado, 12 000 alunos procuraram a carreira no vestibular da Fuvest. No mercado de trabalho, há demanda por especialistas em bioética, direito eletrônico e administração legal.Curso recém-lançado em universidade: direito com especialização na área empresarial (Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2005). Aulas de economia, administração e contabilidade são as novidades desse currículo.




Engenharia
O curso continua baseado em ciências exatas, mas hoje tem mais de cinqüenta ramificações para receber a grande quantidade de interessados. Para o vestibular da Fuvest em 2003, foram 9 600 inscritos só na carreira principal. Os engenheiros são vistos no mercado como profissionais de visão ampla, raciocínio lógico e capacidade de pensar estrategicamente. Em destaque, cursos nas áreas de alimentos, meio ambiente e tecnologia.Curso recém-lançado em universidade: engenharia ambiental (USP, São Carlos, 2002). Capacita profissionais no desenvolvimento de projetos para a proteção e a avaliação de impacto no meio ambiente.

2 comentários:

Inês disse...

Ficou muito bom. E ajudou bastante na escolha de minha futura profissão.
Muito obrigada.
Inês

Celso disse...

Blog bem organizado, mas alguns desvios de norma culta aparecem, prejudicando o mesmo. Nota 4,5